Plano de internet grátis está paralisado no DF

Conexão Wi-Fi planejada para cobrir todo o Distrito Federal até 2014 está restrita a apenas três pontos do Plano Piloto

Turista ganês Abubakari Yakubu tenta se concetar à rede na rodoviária

Turista ganês Abubakari Yakubu tenta se concetar à rede na rodoviária

Originalmente publicado em Metro Brasília
Lançado em setembro de 2011, o Conecta DF é a principal aposta do governo Agnelo Queiroz para promover a inclusão digital. A iniciativa,  entretanto, ainda não passou da versão piloto. O programa prevê cobrir todo o Distrito Federal com sinal grátis de internet Wi-Fi até a Copa de 2014. Até aqui, porém, só funciona   nos três locais escolhidos para teste ainda em 2011: a Rodoviária do Plano Piloto, o interior do Estádio Nacional e uma parte do Parque da Cidade.

Além da distribuição espacial restrita, outro problema é a velocidade da conexão. Na Rodoviária do Plano Piloto, por exemplo, o sinal só funciona na plataforma superior e com velocidade abaixo do prometido.

O publicitário Marco Marques, 22, usa o serviço regularmente, mas reclama da qualidade. “A velocidade é muito baixa, quando finalmente consigo acessar meus e-mails, o ônibus já chegou e tenho que  sair da área coberta pela rede”, conta.

2 MB deveria ser a velocidade de conexão, mas na rodoviária o sinal varia entre 0,79 e 1,30 MB.

Além disso, muita gente não tem conhecimento do serviço oferecido.  Para o turista ganês Abubakari Yakubu, 28, o serviço deveria ser  melhor divulgado. “Deveriam ter avisos que esta é uma área de conexão livre”, disse. “O Wi-Fi facilita até o turismo, pois podemos nos localizar muito melhor usando a internet.”

Reformulações

O subsecretário de Inclusão Digital e Conteúdos Tecnológicos, Alexandre Lobo, responsável pela implantação do projeto, promete ampliar o alcande do Conecta DF até junho. “Antes da Copa das Confederações estaremos atuando também no exterior do Estádio Nacional, no Ginásio Nilson Nelson e no Centro de Convenções”, afirma Lobo.

Há ainda a intenção de expandir o projeto usando cabos de fibra ótica do Metrô, seguindo o trajeto da linha Brasília-Ceilândia.

Lobo destaca também  que pretende melhorar o serviço nas áreas que já contam com conexão.

Suporte ao ensino

O Conecta DF foi idealizado também como uma ferramenta de suporte educacional para os colégios públicos. A subsecretaria, no entanto, não possui nenhuma proposta concretizada em relação ao uso da rede no ensino.

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s