Ciclistas resistem a despejo na 204 Sul

Publicado originalmente no Metro Brasília

Biciletaria Brasília

No início de maio, um coletivo voluntário de ciclistas, o Bicicletaria, ocupou um prédio abandonado e caindo aos pedaços entre as quadras 204 e 404 Sul e começou a limpá-lo e reformá-lo com um mutirão. Antes de ser fechado, o local abrigava uma delegacia.
O serviço ainda está em andamento, mas a ordem de despejo da Administração de Brasília já chegou e, por enquanto, será ignorada.

O Bicicletaria já atuava aos domingos no Eixão há cerca de quatro anos, fazendo manutenções em bicicletas de forma comunitária. “Vimos o prédio marginalizado e decidimos ocupá-lo”, diz Everi Sirac, 29, membro do coletivo. “Na quarta passada, o GDF apareceu com um caminhão para tirar as coisas e lacrar o prédio. Logo depois a Administração se reuniu conosco e apresentou os laudos da Defesa Civil que condenavam a construção”, afirma Sirac.

O laudo apresentado é o número 287/2012, feito em abril do ano passado e que recomendava que a Administração reformasse o ambiente em até 30 dias. Segundo Sirac, a administração alegou ter feito orçamentos para a obra e solicitado um novo laudo em janeiro, mas até agora nenhum novo documento foi produzido.

“Nove anos: esse foi o tempo que o prédio ficou desocupado e sem utilidade após o fechamento de uma delegacia de polícia.”

Quem passa pelo local todos os dias lamenta o possível fim da iniciativa. É o caso do taxista Levi Silva, 76, que trabalha em um ponto ao lado do prédio. “Acho uma pena que eles deixem o espaço. Antes deles o lugar era cheio de bandidos e drogados”, lembra.

Na reunião com os membros do coletivo cultural, ainda de acordo com Sirac, a Administração de Brasília prometeu revitalizar o prédio e instalar ali a sede da Assessoria de Atendimento à Comunidade. Tanto a Defesa Civil do DF quanto a Administração de Brasília foram procurados para comentar o caso, mas não foram encontrados.

De acordo com Sirac, outra reunião com a administração está marcada para hoje. “Vamos buscar uma negociação para continuar com o nosso trabalho”, disse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s