Bernardo Sayão compartilhado

Image

Memória de todos. Neto do desbravador cria página no facebook para divulgar fotos do arquivo da família sobre a história de Brasília

Publicado originamente na edição de 29 de abril do Metro Brasília

Marcelo Sayão cresceu ouvindo histórias fantásticas de como seu avô desbravou o que hoje chamamos de Brasília. Foi através desses episódios quase lendários que ele conheceu o avô famoso, Bernardo Sayão, morto antes dele nascer. A viagem no tempo, porém, só ficou completa quando Marcelo herdou de uma tia uma coleção de fotografias e recortes de jornais da época da construção da cidade. Ali estava um dos mais ricos acervos da história de Brasília. “Eu tinha de compartilhar essa descoberta, um tesouro desses não pode ficar mofando nos armários”, diz Sayão. Continuar lendo

Anúncios

Cuidador do patrimônio de todos

Publicado originalmente na edição especial de aniversário de 53 anos de Brasília do jornal Metro

Quando Carlos Alberto Costa chegou a Brasília, era quase tudo terra. Vindo do Rio de Janeiro, ele recebeu um apartamento funcional na recém-inaugurada 308 Sul. Que alívio ele sentiu quando viu a quadra pela primeira vez. Lá estava um lago artificial, projetado por Burle Marx, para aliviar a secura da terra nova. “Esse laguinho representa uma qualidade de vida para nós”, disse Costa. Continuar lendo

Um pouco de gente no concreto

pilotis

Publicado originalmente na edição especial de aniversário de 53 anos de Brasília do jornal Metro

Dentro de um prédio qualquer pode estar um colombiano dançarino, uma professora de italiano ou mesmo um praticante de cachoeirismo. Talvez eles sejam até seus vizinhos e você não saiba. Se você quiser descobrir, há uma alternativa melhor que apertar os botões do interfone aleatoriamente. Todos eles participam do Projeto Pilotis, criado por três estudantes de design da UnB no começo desse ano. Continuar lendo

Chamem o Batman

Quando alguém entra em um cinema, se dizendo o coringa, assassina doze pessoas e implanta bombas no próprio apartamento, é quando você começa a querer que a ficção venha à realidade. Que não só os vilões habitem nosso mundo, mas que os heróis possam eles mesmos rasgar as telas 3D e virem nos defender.

Continuar lendo

O público escolhe seu lado

pare belo monte de merdaQuando a questão é uma superobra na Amazônia, sempre há dois grupos muito bem definidos: Os defensores da cultura indígena e da preservação do meio ambiente; e os que sonham em ver o país desenvolvido, rico, “em que a maioria importa mais que uns poucos”.

Não quero entrar no mérito antropológico da questão e nem me posicionar, até por que o documentário ‘Belo Monte –  Anúncio de uma Guerra’, lançado neste domingo (17/05), faz isso bem melhor que eu. A questão aqui é a união de um grupo de pessoas (mais precisamente o primeiro) em um projeto praticamente novo no Brasil: o público como fiador. Continuar lendo

Vida entre flores

Nilo conhece melhor o toque da Caliandra que o da sua mulher. Passa mais tempo entre as patas-de-vaca do que com seus filhos. Nilo é um vendedor de flores. O dia dos namorados se aproxima e com ele a seca, do clima, e a seca, da boca. Além de religiosos do mundo inteiro que vêm conhecer a Catedral Metropolitana de Brasília, Nilo também está atendendo estudantes apaixonados que preferem dar pimentinhas à rosas neste dia do amor. É isso que Nilo faz, vende na rua os amores que não pode dar em casa. Continuar lendo

A importância de uma boa aula

Professora desinteressada

Uma professora de costas. É isso o que mais impressiona na charge acima. Educar não é uma obrigação, sim uma vocação. Não é só o ato de lecionar em uma sala sem giz de quadro-negro que faz a escola antiética. O problema está, em sua maior parte, em uma professora, no alto da sua elegância, seus cabelos bem penteados, e maquiagem bem aprumada que nem sequer olha para seus alunos. Claro que a infraestrutura também é fundamental. Não se faz uma escola em uma “casa muito engraçada, sem teto, sem nada”. Colégios precisam ter boas carteiras, oferecer material que permita o professor a dar aulas nas mais diversas plataformas de ensino, como retroprojetores ou datashows, um local que dê condições até climáticas para os estudantes, já que temperaturas altas ou baixas demais dificultam o aprendizado. Continuar lendo

USP é a melhor ou a America Latina que é péssima?

A Universidade de São Paulo (USP) é a melhor universidade da América Latina. É o que atesta o ranking divulgado pela Quacquarelli Symonds (QS), instituição britânica que avalia a eficiência das instituições superiores ao redor do mundo.  Mas como a melhor instituição de um continente pode não figurar nem entre as 150 melhores universidades do mundo? Continuar lendo

Red Hot + Rio 2: Beirut, Gretchen e Bat Macumba

Publicada originalmente em foqueando.com

A música brasileira ganhou mais uma homenagem. Foi lançado em julho deste ano o álbum Red Hot + Rio 2, uma coletânea que faz a continuação do Red Hot + Rio de 1996. A produção dos dois CDs é da Red Hot Organization, ONG que apóia iniciativas de combate à AIDS ao redor do mundo. A intenção era homenagear a tropicália, mas acabou que até a Gretchen entrou nesse engodo. Continuar lendo

Tesouro do Rei

A Editora Toriba lançou essa semana a fotobiografia do Roberto Carlos. A venda dos primeiros 500 exemplares começa em novembro, mas já é possível fazer reservas no site da editora.  O livro custará a bagatela de 6.500 reais e só serão impressas 3.000 cópias.  O comunicado da editora afirma que “Como estes livros não terão uma segunda edição, cada exemplar se tornará algo raro e jamais perderá seu valor histórico”. Mas será que esse valor “histórico” não está alto demais? Continuar lendo