Como o fogo acabou com os ideais em Brasília

Não vou usar imagens nessa postagem, até por não conseguir escolher uma. O que marcou os protestos em Brasília ontem? Manifestantes atirando rojões contra policiais? Policiais criando uma imensa nuvem de gás lacrimogênio? O jovem agitando a bandeira nacional sobre a escultura Meteoro, no Palácio do Itamaraty? Ou mesmo um outro grupo de jovens invadindo e incendiando este mesmo palácio?

Não há uma imagem-símbolo, nem mesmo um lado que esteja correto. Ontem decidi oficialmente deixar de me manifestar, ao menos por hora. O fogo no Itamaraty, nas bandeiras, nas tendas, as pedras voadoras, posso dizer que tudo isso matou meus ideiais. Não que eu ache que o país tenha mudado, no máximo aprendemos a nos indignar melhor. O problema é que nunca chegaremos a um fim, o manifesto perdeu foco e ganhou força pela anarquia. Temo os rumos que ele tome a partir de agora, tenho medo de que usem-nos para defender grupos que desconhecemos. Não quero viver em um país descontrolado, não quero viver em um país louco em que os cidadãos amedrontados se refugiam nas forças militares. Já vimos como isso pode acabar. Talvez fosse melhor não termos deixado o facebook.